domingo, 7 de março de 2010

CASO DE PROSTITUIÇÃO GAY ABALA O VATICANO


Assessor de Bento XVI se envolve em escândalo de prostituição gay

Por Carlos Lima

Um dos assessores do papa Bento XVI foi afastado do cargo esta semana, suspeito de envolvimento num escândalo sexual de prostituição gay. Angelo Balducci, um dos Cavaleiros de Sua Santidade, foi flagrado por escutas telefônicas da polícia em conversas nas quais requisitava serviços de prostituição homossexual a Thomas Ehiem, de 29 anos, um dos elementos do coro do Vaticano. Ehiem também foi suspenso de suas atividades.

O caso foi descoberto por acaso. A polícia grampeou o telefone de Balducci para uma investigação de corrupção que não envolvia o Vaticano. A transcrição das conversas sobre prostituição vazou para a imprensa italiana, que deu amplo destaque para o caso.

Numa das conversas reveladas, Ehiem oferece a Balducci um homem que descreve como de dois metros, 97 quilos, 33 anos e que se diz completamente ativo. Em outra, Balducci pergunta a Ehiem sobre um contato com um seminarista. Ehiem responde: ele provavelmente está na missa, ou algo assim.

Segundo a imprensa italiana, as transcrições demonstram que Ehiem teria procurado pelo menos dez homens para o assessor do Vaticano. Balducci tinha um cargo de responsabilidade. Era ele que acompanhava, por exemplo, os chefes de Estado. Um representante do Vaticano disse que o Bento 16 está ciente do escândalo.



Fonte: Veja Online

LI esta Notícia em O Galileo e no Blog Púlpito Cristão

Nenhum comentário: