quinta-feira, 5 de novembro de 2009

DOM DE LÍNGUAS, O TOPO DA MATURIDADE CRISTÃ?




Por Márcio de Souza

Você já percebeu quanto tempo a turma gasta buscando o dom de línguas? Já surgiu até treinamento via internet para que você aprenda a falar em mistério com Deus. Legal é quando a galera vai pro monte e fica aquele bando de gente em volta do novo convertido mandando ele repetir as sílabas das palavras professadas em línguas estranhas. É mais ou menos assim: Repita, ba-la-ba-la-ba-chebias, su-re-cantas-la-ba-laias. Não é brincadeira não, eu mesmo já passei por isso numa fase ultra pentecostal da minha vida.

O problema é quando você percebe que tem uma pá de crente falando em línguas e falando mal da vida dos outros também. Aí complica. Se buscamos com afinco os dons do Espírito, deveríamos também com o mesmo afinco buscar os frutos do Espírito.

Se a igreja brasileira se aplicasse tanto em buscar o amor e a justiça como busca o dom de línguas, o mundo seria outro, as desigualdades diminuiriam absurdamente e Deus se manifestaria abundantemente na vida dos que assim procedessem.

O dom de línguas, não é nem de longe o maior dos dons, Paulo disse que ele serve para própria edificação e se não houver ninguém para interpretar não serve pra nada em público. Que nossa percepção seja ampliada, que nossos desejos sejam maiores do que simplesmente falar em mistério para impressionar pessoas. Que Deus coloque em nosso coração um anseio incessante de ganhar gente pro reino e de qualificar pessoas.

E no mais, tudo na mais santa paz!


***
Postado por Márcio de Souza, no Púlpito Cristão


Texto extraído do site:http://www.pulpitocristao.com/2009/11/dom-de-linguas-o-topo-da-maturidade.html

Nenhum comentário: