sábado, 16 de janeiro de 2010

17 de Janeiro de 2010 - Santo Antônio ou Santo Antão, Abade do Egito - 356




Aqui no Brasil conhecido com Santo Antônio Abade ou Santo Antão
Conhecido também como Santo Antonio, o egípcio.
"Aquele que senta-se em solicitude e quietude escapou de três batalhas: ouvindo, falando e vendo. Mas mesmo assim ele tem uma constante guerra: no seu próprio coração."
"O demônio teme a humildade, o bom trabalho e o jejum. Ele não consegue impedir a minha boca de falar contra ele. A ilusão do demônio logo desvanece especialmente, se o homem se arma como Sinal da Cruz. O demônio treme ao Sinal da Cruz do Nosso Senhor, porque Ele triunfou sobre ele e o desarmou"
Santo Antônio Abade.
Foi um dos fundadores do monastério e é também chamado de Antônio do Egito. Ele nasceu em Fayum, no Alto Egito perto de Heracleopolis Magna cerca de 251.Ele tinha 20 anos quando seu pais faleceram e ele herdou os bens da família. Em pouco tempo ele deu tudo que possuía ,colocou sua irmã em um convento e iniciou uma vida de eremita –vivia em uma antiga tumba perto de sua vila. Após 15 anos de orações, durante um tempo que sofreu vários assaltos dos demônios e tentações, Antônio foi para uma montanha em Pispir (agora Deir el-Memum) e ficou lá em uma vida solitária por 20 anos. Pessoas que o apoiavam, atiravam comida sobre a parede do forte, mantendo-o vivo mas nunca viam sua face. Vagarosamente outros construíram uma comunidade em cavernas ou cabanas por perto. Eles pediam a Antônio que saísse de sua reclusão para dirigir a suas preces e dar o seus conselhos e lições. Em 305 DC, Antônio emergiu com grande vigor e saúde. Ele ficou com os eremitas por 5 anos, regulamentando o trabalho comunitário, as orações e as penitencias. Então ele foi para um deserto entre o Nilo e o Mar Vermelho, em um local chamada Monte Kalzim. Um monastério, chamado Diem Mar Antonios, foi erigido neste local. Este período de reclusão não era tão restrito quanto os anteriores, pois Antônio foi para Alexandria em 311 confortar os mártires das perseguições que estava acontecendo na época e ele voltou anos mais tarde para argumentar vigorosamente contra a heresia ariana lado a lado de São Athanasius de Alexandria. Antônio não estava sozinho no deserto. Ele tinha companhia e discípulos. Antônio ficou conhecido como um homem bom generoso, corajoso, com bom senso, leal e sem nenhum excesso e ostentação. São Athanasius tem o credito de ter feito a biografia de Antônio que conta os detalhes de suas provações, sofrimentos e milagres. Antônio era amigo de São Paulo de Tebas, chamado de o "eremita" que recebia meio pão por dia dos corvos. Diz a tradição que quando Antônio foi visita-lo, os corvos trouxeram um pão inteiro. O Imperador Constantino, o grande (323-337) era um dos milhares que procuravam Antônio para ensinamentos e inspiração.
Antônio escreveu varias cartas e sermões para jovens eremitas. A vida de Antônio, descrita por São Athanaius também salva muitos dos sermões e discursos de Antônio. Uma regra monástica datada daquela era é creditada como tendo os seus ideais, suas idéias e suas crenças. Antônio morreu em 17 de janeiro de 365 e foi enterrado em um cova não marcada conforme seu pedido, mas em 561 suas relíquias foram descobertas e foi trasladado para Alexandria, Constantinopla.
La Motte, a casa matriz da Ordem dos Hospitaleiros de Santo Antônio, fundada em 1100 , afirma que tem as suas relíquias. Porem, acreditam os estudiosos do assunto, que as relíquias de Santo Antônio foram salvas dos Sarracenos em Constantinopla (agora Istambul, Turquia) em 635 DC.
Relíquias deste santo também são tidas como estando em Siena, na Itália e Burngundy, na França. Ele é o padroeiro de várias ordens e dos Cavaleiros de Santo Antônio e também dos pobres, dos doentes, dos açougueiros e dos animais domésticos. Ele é invocado contra incêndios e pragas.
Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado como um monge da Ordem de Santo Antônio .O porco e o sino são associados a ele como resultado da Ordem dos Hospitaleiros de Santo Antônio Parece que os porcos naquela época ganharam o privilegio de andarem nas ruas da cidade.
Membros da Ordem tocavam o sino para pedir almas. Santo Antônio é também mostrado com uma capa em T e um sino, o símbolo do eremita.
Morreu com no dia 17 de janeiro de 356 com 105 anos.

Fonte: ?


Texto extraído do site: www.revjbs.com.br

Nenhum comentário: