segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

MUSICA SECULAR EDIFICA?


A dúvida é antiga e gera debate entre os membros das igrejas, principalmente entre os jovens


Um assunto que sempre é questão pendente na vida de todo cristão é saber se ouvir música secular edifica. A dúvida vem de longa data e é motivo de debate entre os membros das igrejas, principalmente entre os jovens, pais e líderes. Até hoje o assunto gera divisão de opiniões entre os jovens, que são os que mais sofrem influência do meio musical secular. Primeiramente vejamos qual o significado da palavra edificar: construir; induzir à virtude; comunicar/incutir sentimentos morais e religiosos.

A música, seja qual for o estilo, tem muita influência na vida das pessoas, por isso, como filhos de Deus - no mundo para transmitir Sua palavra -, devemos ter muita sabedoria na hora de ouvir as músicas seculares que estão fazendo sucesso. Como cristãos, devemos ser mais seletivos. Não podemos escutar qualquer música porque simplesmente todos estão ouvindo. Temos que observar o que diz a letra de cada canção que escutamos.

Partindo do princípio de que edificar significa comunicar sentimentos morais e religiosos, então as músicas seculares que fazem apologia às drogas, falam de sexo antes do casamento e aceitam a traição, por exemplo, estão fora dos padrões bíblicos. Essas canções certamente não trazem edificação à vida de quem quer que seja, nenhuma vantagem para a vida pessoal e muito menos espiritual, pois estará saturando a mente de valores opostos aos do ouvinte. Devemos olhar também as traduções das músicas americanas, já que algumas de suas letras trazem mensagens completamente distorcidas. É importante conhecer e entender o contexto do que está sendo cantado também nas músicas estrangeiras. Não é porque não compreendemos a mensagem que isso não vai influenciá-lo.

Qualificar o gosto pela música secular como sendo pecado, como preferem alguns, talvez seja radical demais. Existem muitas músicas não evangélicas que possuem letras muito bonitas, inspiradoras e que não vão contra os princípios bíblicos. Prestar atenção à letra e analisá-la de forma que o ouvinte cristão se proteja contra possíveis más influências talvez seja a atitude mais correta.

Fonte: Elnet


LI EM: Web Evangelista


Nenhum comentário: