quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

POR QUE A FOGUEIRA SANTA SÓ MOSTRA MILAGRES FINANCEIROS?



Por André Sanchez

Ligue sua tv e coloque no canal da Igreja Universal. É bastante insistente nas programações os testemunhos de pessoas que venceram na campanha da fogueira santa. Os testemunhos são sempre de vitórias financeiras [bem exageradas], onde pessoas quase falidas viram donas de patrimônios extremamente grandes.

Mas por que só são mostrados testemunhos de vitórias financeiras e não vemos pessoas testemunhando sobre arrependimento, boas obras, santidade, etc?

Da mesma forma que a televisão brasileira normalmente consegue mais ibope através de programas que mostrem mulheres semi-nuas, sensacionalismo, violência e coisas semelhantes, as igrejas [desse tipo] também tem suas formas de conseguir ibope.

Os testemunhos dos arrependidos, dos salvos em Cristo Jesus, dos libertos de vícios, dos que largaram tudo para servir a Cristo, dos que dedicam suas vidas ao próximo e não a conseguir riquezas, dos que não receberam a cura, mas receberam a graça da salvação, dos que não ficaram ricos, mas tem o dom da fé, dos que venceram o pecado, dos que tem algo a ensinar sobre a Bíblia, dos missionários que lutam em terras distantes, dos que oram segundo a vontade de Deus...

Estes testemunhos não dão ibope, não dão audiência à igreja que controla a mídia. Seus templos e suas reuniões não estariam cheias através dos testemunhos citados, sua fogueira talvez seria um palitinho de fósforo aceso, suas escadarias não poderiam ser de mármore, não haveria tanta riqueza, não haveria tanta audiência, tanta gente no templo.

É mais fácil dizer o que as pessoas querem ouvir do que o que elas precisam ouvir. Com isso uniu-se o útil ao agradável. É o queijo com goiabada dentro da igreja. É a relação de consumo entre Deus, seus "servos" , o público que assiste e participa e as bênçãos.

É por isso que na maioria das vezes são colocados testemunhos de "bênçãos" financeiras.

Ao invés de pregar o evangelho de verdade, que nunca deu tanto ibope, desde os tempos de Jesus, optou-se por pregar o "evangelho" do ibope e da prosperidade, que engana seus ouvintes, mas deixa a audiência lá em cima.

"Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas." (2 Timóteo 4. 3-4)

A verdade está com pouca audiência e isto está claro pelo que se vê na Tv e em algumas igrejas!

Fonte: Esboçando Idéias

Que Deus vos abençoe!

Nenhum comentário: