quinta-feira, 30 de agosto de 2012

OS ANGLICANOS E A VIRGEM MARIA


Os Anglicanos não tem nenhuma posição sobre a virgem Maria que não seja aquela que se encontra nas Sagradas Escrituras e se afirma nos Credos universais: Credo Apostólico e Credo Niceno.

Afirmamos seu papel na história redentora da humanidade, sendo através dela que nasceu nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Maria foi um exemplo de fé e obediência a Deus.

O Reconhecimento de Maria na Igreja Anglicana

A posição especial de Maria dentro do propósito de Deus na salvação, como “portadora de Deus” (theotokos), é reconhecida de várias formas na Igreja.

A Igreja Anglicana afirma nos credos históricos que Jesus nasceu da Virgem Maria, e tem os seguintes dias no calendário cristão em que o testemunho e vida de Maria é comemorada:

Apresentação de Cristo no Templo, comumente chamado A Purificação de Maria a Virgem – 2 DE FEVEREIRO.
A lei judaica requeria a mãe oferecer um sacrifício de purificação e ação de graças quarenta dias depois do nascimento de um filho. Maria cumpriu esta lei quando José e ela apresentaram Jesus no templo.

Anunciação do nosso Senhor a Anunciação da Virgem Maria – 25 DE MARÇO.
Neste dia a Igreja comemora a resposta afirmativa de Maria para ser a mãe do Salvador. Esta mensagem foi anunciada a Maria pelo Anjo Gabriel, e, humildemente, ela aceitou o chamado de Deus, “Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra.”

Mas a Igreja Anglicana ora a Maria?
A Igreja Anglicana não ora, ou reza, a Maria, tampouco venera ou adora a Maria, nem os santos. Comemoramos a vida de Maria e os apóstolos, entretanto somente adoramos, veneramos e louvamos ao verdadeiro Deus, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Acreditamos que Jesus Cristo é o único mediador entre Deus e os homens, e oramos somente ao Pai em nome de Jesus guiados pelo Espírito Santo.

Como os ensinos da Igreja Anglicana sobre Maria se comparam com os ensinos de outras igrejas?

A Igreja Anglicana comparte com as outras igrejas cristãs uma fé comum na Encarnação. Maria é honrada, como a mulher através de quem Jesus, que é homem e Deus, foi concebido e nasceu.

A Igreja Anglicana não acredita na concepção imaculada de Maria, nem a ascensão de Maria, nem tampouco que Maria fosse virgem até a morte. Entendemos que estas doutrinas, ou dogmas, não tem nenhuma base bíblica e são frutos da tradição da Igreja de Roma.


Nenhum comentário: